SE VOCÊ TEM INSTINTO INVESTIGATIVO PODERÁ AJUDAR NA RECUPERAÇÃO DE 87 MIL VEÍCULOS E A PRENDER 4 MIL FORAGIDOS

Brasília, 28/8/14 – Com mais de 2,5 milhões de downloads, o aplicativo Sinesp Cidadão, da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Senasp/MJ), tem ajudado a democratizar o acesso às informações de segurança pública e justiça à população em todo o Brasil. Em oito meses, a ferramenta ajudou a localizar 87 mil veículos roubados e, em quatro meses, a prender quatro mil pessoas foragidas.

Para a secretária Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Regina Miki, o aumento no número de apreensões e prisões foi possível porque muitos usuários consultaram o sistema e depois acionaram a polícia, que checou as denúncias.
Regina Miki explica que o cidadão não deve agir sozinho. "Quando o usuário verifica algo irregular, sobre alguma pessoa ou um veículo, basta acionar profissionais de segurança pública, que fazem a checagem e apuração da suspeita", orienta.

Como baixar e utilizar
O aplicativo é um produto do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais e sobre Drogas (Sinesp). Ele é gratuito e pode ser baixado em smartphones e tablets, ou acessado por computadores. O programa está disponível para Android, Windows Phone e para o sistema iOS, nas respectivas lojas virtuais. Em breve a ferramenta deve ser disponibilizada também para a plataforma Blackberry.

Para utilizar o serviço é necessário apenas digitar no aplicativo os dados da placa de um veículo ou o nome de alguém. Pode ser o nome completo ou número da carteira de identidade, por exemplo.

Mais de 94 milhões de consultas já foram realizadas para levantar informações sobre veículos e 4 milhões somente no módulo Mandado de Prisão.

Caso exista algum registro de mandado de prisão para a pessoa cujo o nome foi digitado, o usuário é avisado na tela do seu telefone, automaticamente. Com essa informação, o cidadão pode avisar a polícia, que tomará as providências. Não é necessário se identificar.

As informações sobre veículos são acessadas por meio da base nacional do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), com uma frota de mais 87 milhões de automóveis, motocicletas, caminhões, ônibus e outros. O módulo Veículos do Sinesp Cidadão foi o primeiro a ser lançado, em 12 de dezembro de 2013.

Já o módulo Mandados de Prisão permite buscas a nomes e números de documentos de pessoas incluídas no Banco Nacional de Mandados de Prisão do Conselho Nacional de Justiça, com mais de 395 mil mandados em aberto. O serviço foi lançado em 24 de abril de 2014.

Sistemas integrados
De acordo com a secretária Regina Miki, o Sinesp Cidadão é um produto da maior plataforma tecnológica sobre segurança pública do país, o Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais e sobre Drogas (Sinesp), desenvolvido pela Senasp/MJ em parceria com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Miki explica que o Sinesp é um portal de informações integradas, em parceria com os entes federados, que possibilita consultas estatísticas e estratégias relacionadas a drogas, segurança pública, justiça criminal, sistema prisional, entre outros.

"Por meio do Sinesp procuramos subsidiar diagnósticos de criminalidade, formulação e avaliação de políticas de segurança, além de promover a integração nacional de informações de forma padronizada", informa a secretária.

Desaparecidos
Em breve o aplicativo  do Senasp/MJ tornará públicas as informações de pessoas desaparecidas. O novo módulo trará fotos e outros dados que poderão ser consultados por mais de 2,5 milhões de usuários que já baixaram o Sinesp Cidadão.

O serviço terá o suporte da Integração Nacional de Informações de Segurança Pública, Justiça e Fiscalização (Rede Infoseg).


Comentários

MAIS VISITADAS:

SERENDIPITY.

FUMAR É QUESTÃO DE LIVRE-ARBÍTRIO, VOCÊ CONCORDA?

A VIOLÊNCIA CONTRA O NEGRO NO BRASIL

COMA OVOS. MUITOS!