Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

AS NOVE ESPOSAS DE VINÍCIUS DE MORAIS E OS DERRADEIROS ANOS DA VIDA DO POETA

Imagem
Vinicius e Toquinho se apresentam na Universidade Federal Fluminense, em Niterói (RJ). O ano é 1972. Portando um livro de poesias e ávida por um autógrafo, a estudante de letras Gilda de Queirós Mattoso (foto) consegue adentrar o camarim do ídolo e pegar sua assinatura. “Minhas amigas tinham fotos dos Beatles. Eu, do Vinicius”, conta ela. Durante aquela década, até 1978, Gilda manteria em fogo baixo uma paixão platônica pelo poeta, até se encontrarem em Paris e tornarem-se marido e mulher.

Vinicius de Moraes apresentava Gilda, quase quatro décadas mais moça que ele, como sua última esposa. “Vocês conhecem minha viúva?”, dizia aos amigos. Ela, claro, detestava, mas acabou se tornando realmente o derradeiro amor do poeta. “Vinicius teve várias mulheres, mas só uma viúva”, observa a hoje conhecida assessora de imprensa, 61 anos, moradora do bairro do Humaitá, no Rio. O Poetinha partiu em 9 de julho de 1980.
Gilda, nos dois anos de casamento, divididos entre Paris e a capital fluminense, p…