SERENDIPITY.


Há uma expressão norte americana que define bem quando uma situação boa acontece inesperadamente e por acaso, deixando uma agradável sensação de bem-estar, de leveza, e até mesmo de agradecimento pelo inesperado. Essa expressão é “Serendipity”. Não há uma tradução no português, mas a palavra poderia ser pronunciada como “serentividade”.

Identificamos algo assim, Serendipity, sempre que emoções envolvidas em uma situação, sob um aparente acaso, são emanados com serena alegria momentânea ou por um singular e indescritível sentimento de amor, de intraduzível quietude ou de uma manifestação que se traduz sem palavras.

Palavras que aliás podem provocar variadas vibrações, na Serendipity não passam apenas de manifestações silenciosas, emitidas tão somente por corações que se correspondam, como uma música ecoando pelo universo, sorrindo dentro das pessoas. Derramando por sobre pessoas queridas interligadas e que, por aqueles instantes, se assistem por inexprimível e momentânea luz...

Às vezes a Serendipity se estende por horas; às vezes por uma noite inteira ou por um dia inteiro como se o cosmo desejasse regenerar qualquer incidência de dúvida transformando-a em uma afirmação presente de sucesso; harmoniza o que se achava antes em desarmonia; e alcança uma dimensão incontrolável de plena alegria para o físico, para mental, para emocional e para o espiritual no âmbito do indivíduo, de tal modo que para cada indivíduo presente o necessário seja sentir todo o encantamento de encaixes inexplicáveis mais do que tentar entendê-lo.

A Serendipity pode propiciar momentos mágicos para o indivíduo manifestando-se por um razoável bem-estar pessoal com forte atração de afins, que tendem a se juntarem naturalmente e de tal forma agrupados ressoam sorrisos largos, soltos no espaço, como se fossem lançados das pradarias do cosmo. Pessoas sob um um momento de Serendipity não saberiam explicar sobre a doce suavidade que sentem, mas o que antes parecia tensioná-los quer por estados de eventual sofrimento quer por eventual doença quer por incertezas se minora ou desaparece por aqueles instantes.

Penso eu que Serendipity seja entendido por singulares momentos de revitalizantes vibrações de amor. Momentos como estes curvam-nos à sua força, paralisam-nos da extravagância de um excessivo controle que desejamos possuir sobre as coisas ou sobre a vida do outro. Momentos como estes, de uma feliz “casualidade”, curam tudo a sua volta pela suave impregnação de amar.

A Serendipity é muito mais frequente do que imaginamos. Nunca acontece isolada alcançando uma única pessoa somente. Ela tem o efeito de produzir união. Assim, um casal, ou casais, naquele dado instante não se veem estranhos; um grupo que então se aproxima por um aparente olhar passa inexplicavelmente a se identificar e a celebrar algo afirmado por uma alegria e por gestos de amar... A Serendipity é real. Fiquemos atentos a ela.

-->

Comentários

  1. Que coisa linda...mágico !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário sobre o artigo. A identificação com os estímulos proporcionados pelos momentos "Serendipity" é o que nos torna essencialmente felizes.
      Acrescento-lhe um outro momento de grande harmonia:

      http://romilson-lima.blogspot.com.br/2013/02/e-pura-harmonia-landu-violado.html

      Excluir
  2. Que lindo! Já esperimentei esta sensação, mas não sabia que tinha esse nome. Ví isto num filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário sobre o artigo. A identificação com os estímulos proporcionados pelos momentos "Serendipity" é o que nos torna essencialmente felizes.
      Acrescento-lhes outro momento de grande harmonia:

      http://romilson-lima.blogspot.com.br/2013/02/e-pura-harmonia-landu-violado.html

      Excluir
  3. Também vi num filme (Amor por Acaso) e fiquei curiosa sobre sua existência na língua portuguesa, já que nunca tinha ouvido falar... Sua explicação foi muito completa e bonita, e mesma não tendo correspondente em nossa língua, vou adotá-la carinhosamente e difundir seu significado por aí...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário sobre o artigo. A identificação com os estímulos proporcionados pelos momentos "Serendipity" é o que nos torna essencialmente felizes.
      Acrescento-lhe um outro momento de grande harmonia:

      http://romilson-lima.blogspot.com.br/2013/02/e-pura-harmonia-landu-violado.html

      Excluir
  4. Obrigado pelos diferentes comentários sobre o artigo. A identificação com os estímulos proporcionados pelos momentos "Serendipity" é o que nos torna essencialmente felizes.
    Acrescento-lhes outro momento de grande harmonia:

    http://romilson-lima.blogspot.com.br/2013/02/e-pura-harmonia-landu-violado.html

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Tio, adorei este artigo sensacional! Tudo o que eu estou precisando é da minha data de aniversário ou melhor, um "Serendipity" rs.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MAIS VISITADAS:

FUMAR É QUESTÃO DE LIVRE-ARBÍTRIO, VOCÊ CONCORDA?

A VIOLÊNCIA CONTRA O NEGRO NO BRASIL

SE VOCÊ TEM INSTINTO INVESTIGATIVO PODERÁ AJUDAR NA RECUPERAÇÃO DE 87 MIL VEÍCULOS E A PRENDER 4 MIL FORAGIDOS

COMA OVOS. MUITOS!